domingo, maio 27, 2007

sábado, maio 26, 2007

Crónica da Semana

“Formar para Crescer”

Um clube como o U. A. Povoense é importante no tempo e no espaço de uma sociedade actual, e essa realidade deve ser compreendida e reconhecida, por isso apoiada pelos seus sócios, simpatizantes, amigos, dirigentes, técnicos, atletas e familiares, principalmente pelos órgãos da comunicação social e pelas instituições públicas.

No aspecto da formação, o clube tem uma politica estratégica bem fundamentada e uma estrutura em crescimento que dá boas razões de esperança.

Está recheado de excelentes colaboradores e uma imensidão de crianças que por puro prazer praticam futebol, desde as escolinhas até aos seniores.

O acompanhamento escolar, familiar ou a presença junto da criança é fundamental e é nesse aspecto que as vitórias são invisíveis mas gratificantes, afinal formar não começa nem acaba na parte técnica ou física de um futebol, cada vez mais exigente em consonância com a sociedade.

Formar para crescer, primeiro como homens e só depois como jogadores, é uma prioridade que já é uma realidade do clube, sendo a conjugação de ambos a plenitude que ajuda a construir e a cimentar a imagem deste clube.

É na junção dos esforços que se consegue atingir os objectivos e quando assim acontece é tempo de comemorar.


(Crónica da Semana publicada no blog: http://uapovoense.blogspot.com/)

sexta-feira, maio 18, 2007

Encare O Problema De Forma Optimista

Uma empresa desenvolveu um projecto de exportação se sapatos para a Índia. Enviou dois dos seus vendedores a pontos diferentes daquele país, para que fizessem o levantamento das potencialidades do mercado. O primeiro mandou o seguinte fax para a direcção da empresa: «Senhores, cancelem o projecto de exportação de sapatos para a Índia. Aqui ninguém usa sapatos.»

Sem ter conhecimento deste fax, o segundo vendedor enviou o seu: «Senhores, tripliquem o projecto de exportação de sapatos para a Índia. Aqui ninguém usa sapatos.»

Veja que interessante: a mesma situação foi interpretada como um tremendo obstáculo, por um dos vendedores, e como uma fantástica oportunidade, pelo outro. Isto mostra como tudo na vida pode ser visto com enfoques e maneiras diferentes.

quinta-feira, maio 10, 2007

Futebol

Introdução

A informação é retirada página digital do jornal “A Bola” de 10/05/2007

Futebol

Ex-vereador da Câmara de Lisboa reconhece: «Sporting não teve o mesmo tratamento dado ao Benfica»

Fontão de Carvalho, ex-vice-presidente da Câmara Municipal de Lisboa, considerou hoje «uma irresponsabilidade aquilo que fizeram ao Sporting», lembrando que o clube leonino não teve o mesmo tratamento dado pela autarquia da capital ao Benfica.

«A Câmara Municipal de Lisboa apoiaria sempre os dois maiores clubes da capital em pé de igualdade. Aquilo que daria ao Benfica seria exactamente o que seria dado ao Sporting. Neste momento, verifica-se que a Câmara cumpriu com todas as suas obrigações em relação ao Benfica e, agora, pelos vistos, mais uma vez está a prejudicar o Sporting. A autarquia lisboeta não está a dar ao Sporting o mesmo tratamento que deu ao Benfica», declaração de Fontão de Carvalho aos jornalistas, sustentando que «isto tem a ver com interesses dos partidos e penso que a uma grande falta de responsabilidade por parte dos partidos que assumiram a oposição até agora».

segunda-feira, maio 07, 2007

Parabéns Campeão

Para muitos ele é já melhor jogador do mundo, certo é que é campeão de Inglaterra pelo seu clube.

terça-feira, maio 01, 2007

1.º de Maio

O Dia do Trabalhador

Recorrendo ás origens, que marcaram o ano de 1886 lá para as bandas de Chicago, (creio que na maioria, comemoramos o dia do trabalhador (por ser feriado) sem a perfeita noção do verdadeiro significado deste dia) diz a história, que a primeira manifestação do 1.º de Maio tinha como objectivo sindical a reivindicação da redução da carga horária laboral diária para 8 horas.

Em Portugal, nessa época desconhecia-se o sindicalismo ou acção sindical que só se implantaria definitivamente após o 25 de Abril de 1974.

Ainda hoje, este dia reforça o objectivo da Internacional Socialista de Bruxelas, que eram; Homenagear às lutas sindicais de Chicago e por consequência, honrar a luta dos trabalhadores.

Defendo a comemoração do dia do trabalhador, como defendo o princípio ético que deve regular a pessoa, com os direitos e deveres em parceria, bem definidos e respeitados por todas às partes.

Que cada um, faça um juízo imparcial em relação ao seu trabalho e que conclua que é útil à empresa, pelo empenho e prestação diária, pelo gosto do trabalho que executa e essencialmente pela felicidade que o mesmo lhe dá. Que em troca, recebe o respeito, a compreensão e o apoio diário, acrescendo-lhe por isso a remuneração mensal.

É este o cenário que comemoro neste dia, o de um casamento feliz numa relação que deve saber coexistir.

Que sejamos felizes até que a reforma nos separe…